A Lei de Arquimedes
O que diz a Lei de Arquimedes ?
Pesquisa personalizada
facebook
twitter
google+
 
 
A Lei de Arquimedes
 
 
"Todo o corpo mergulhado num fluido (líquido ou gás) em repouso, fica sujeito a uma força vertical de baixo para cima, cuja intensidade é igual ao valor do peso do fluido deslocado pelo corpo."
 
 
   Conta a história que o rei Hieron de Siracusa pedira a Arquimedes a resolução de um problema: Hieron desconfiava que a sua coroa não continha todo o ouro que ele entregara a um artífice para a fazer. Assim, Arquimedes teria de provar, sem destruir a coroa de ouro, que esta era constituída por uma mistura de metais e não por ouro puro.

   Diz a lenda que, Arquimedes terá descoberto a solução para o problema enquanto tomava banho, e saiu a correr pelas ruas, sem se lembrar que estava nu, gritando: "Eureka! Eureka!".

   A solução do problema levou-o a enunciar a Lei de Arquimedes.
 
 

Corpo de mulher a flutuar

              
   É costume identificarmos os fluidos como substâncias que escorrem com relativa facilidade. Algumas substâncias, como o vidro, são classificadas como sólidas, pois nos tempos que costumamos observá-las, não notamos a sua fluidez.
 
   Quando um corpo está total ou parcialmente imerso num fluido, fica sob a acção de uma força que depende da porção do corpo que está imersa. Isto pode ser verificado se tentarmos submergir uma cortiça ou bola cheia de ar num recipiente com água. Quanto mais profundo estiver o corpo maior será a força que teremos de fazer para mantê-lo naquela profundidade. A força que faz a cortiça flutuar, parecendo que o corpo possui um peso menor do que o peso real é denominado de impulsão do fluido sobre o corpo. O princípio de Arquimedes quantifica o valor desta força.
 
   O valor da impulsão, I, é igual à diferença entre os valores do peso real de um corpo, P, e do seu peso aparente (peso que o corpo apresenta quando se encontra dentro do fluido), Pa.
 
I = P - Pa
 
 
Quando um corpo está totalmente imerso num líquido, podemos ter as seguintes condições:
  • se ele permanece parado no ponto em que foi colocado, a intensidade da força de impulsão é igual a intensidade da força peso;
  • se ele se afundar, a intensidade da força de impulsão é menor que a intensidade da força peso;
  • se ele flutuar, a intensidade da força de impulsão é maior do que a intensidade da força peso.
 

Apresentação Powerpoint sobre a Lei de Arquimedes
  
Apresentação
A Lei de Arquimedes
Uma explicação simples, para melhor compreender este conceito.
Clica na imagem para ver a apresentação.
 
Autores não identificados na apresentação
Apresentação em powerpoint sobre a diferença entre atrito útil e prejudicial. Exemplos.
 
 
 
Referencias:
Manual escolar 9º ano - Porto Editora