Combustíveis

Será o álcool uma alternativa viável?     

Pesquisa personalizada
facebook
twitter
google+
 

O álcool como combustível

Produção do álcool a partir da cana de açucar
 
O álcool pode ser produzido a partir da cana-de-açúcar
    O álcool corresponde a um líquido transparente, com cheiro forte e sem cor, cuja característica principal é a capacidade de ser queimado, ou seja, é um líquido inflamável. 

   Na composição do álcool encontramos átomos dos seguintes elementos: hidrogénio, carbono e oxigénio. A queima do álcool, sendo uma combustão, dá origem aos produtos de reacção água e dióxido de carbono (gás carbónico em português brasileiro) e muita energia. 

   Os álcoois mais conhecidos são o metanol e etanol. O metanol é perigoso por ser tóxico, pode provocar cegueira e até matar. O etanol é mais conhecido por álcool etílico, e é produzido por fermentação a partir da cana de açúcar. O processo consiste em fermentar a cana de açúcar pela ação de bactérias e fungos. 

   A cana-de-açúcar não é a única matéria prima existente para a produção de álcool combustível. O álcool pode também ser extraído do milho, da beterraba e até da madeira. 

   O álcool combustível é obtido pela mistura de gasolina e metanol. A sua utilização para o abastecimento de automóveis data do início do século XX. Já no ano de 1912, alguns veículos foram movimentados com recurso a este combustível, em carácter experimental.

  Vantagens da utilização do etanol:

1- Alto poder de resistência à compressão da mistura ar-vapor de combustível dentro do motor.
2- Liberta grande quantidade de energia ao ser queimado.
3 - Apresenta um preço acessível.
 
 
 
 
Referências: