Dossier temático

A Prolina

Modelo e fórmula de estrutura

  
Pesquisa personalizada
facebook
twitter
google+

 
 
A Prolina
 
 
 
   A prolina é um dos aminoácidos codificados pelo código genético, sendo portanto um dos componentes das proteínas dos seres vivos. Diferencia-se dos demais aminoácidos devido ao facto de possuir uma estrutura quimicamente coesa e rígida, sendo mesmo o aminoácido mais rígido dos vinte que são codificados geneticamente.
 
 
 
   A Prolina é um dos aminoácidos cíclicos alifáticos que são componentes primários da proteína colágeno, o tecido do conectivo que liga e sustenta todos os outros tecidos. A prolina tem uma cadeia lateral alifática, mas difere dos outros membros do conjunto dos vinte pois a sua cadeia lateral está ligada a um átomo de azoto e a um átomo de carbono. A estrutura cíclica resultante influencia fortemente a arquitetura das proteínas.
 Modelo molecular do aminoácido Prolina
 Modelo molecular da Prolina

 

 
 
 
     A prolina é sintetizada a partir do ácido glutâmico, antes de sua incorporação em pró-colágeno, durante a tradução do RNA-mensageiro. Após a síntese da proteína pró-colágeno, ela é convertida em hidroxiprolina por uma modificação pós-tradução.
 
 
   A prolina representa cerca de 4% dos aminoácidos das proteínas do nosso organismo.
 
 
   Alguns alimentos ricos em prolina, são o pão, o leite e a gelatina.
 
  
 
Fórmula de estrutura da Prolina
 
 Algumas propriedades da Prolina
 
 
 Nome sistemático
 
     
 
 Abreviatura/Símbolo
 

 P / Pro
 
 Fórmula química 
 
 
 C5H9NO2
 
 Massa Molecular
 
 
115,13 
 
 Ponto de fusão
 
 
 220 - 222 °C (decompõe-se) 
 
 Densidade
 
 
 1,35 - 1,38 g/cm3 
 
 
 
 
 
Referências:
O texto apresentado foi adaptado de um artigo da Wikipédia e de http://www.gerbras.com.br/acervo/amino_principais.asp.
As propriedades da substância foram retiradas de Merck.
As imagens do modelo molecular e da fórmula de estrutura do aminoácido foram obtidas em www.3dchem.com.