Química orgânica
 Um pouco sobre a sua história.
  
Pesquisa personalizada
 
Química orgânica
A história da Química Orgânica
 
  

As substâncias encontradas na natureza eram divididas na antiguidade, em três grandes reinos:

  • Vegetal
  • Animal
  • Mineral

Tanto o reino vegetal como o reino animal são constituídos por seres vivos ou orgânicos.
 
   Apesar de serem conhecidas várias substâncias extraídas de produtos naturais, a Química como ciência, teve início no fim da Idade Média com o nome de "alquimia".
 

   Os alquimistas, como eram chamados os primeiros pesquisadores tinham como objectivo:

  •  transformar qualquer metal em ouro - princípio chamado de "pedra filosofal"
  • encontrar o "elixir da  vida", para prolongar a vida.
   O médico Paracelso (Suiço) que também actuava no campo da alquimia, afirmou, que "o homem é um composto químico, cujas doenças são decorrrentes das alterações desta estrutura, sendo necessários medicamentos para combater as enfermidades."
 
   Foi o início do uso de medicamentos para curar as enfermidades da época (séculos XVI e XVII).
 

Somente no século XVIII foram extraídas várias substâncias a partir de produtos naturais, além daquelas  anteriormente conhecidas (vinho, fermentação da uva e os produtos obtidos pela destilação de várias outras substâncias).

Neste mesmo século - no ano de 1777-,  a química foi dividida em duas partes de acordo com Torben Olof Bergmann:

  • Química Orgânica -  estudava os compostos obtidos directamente dos seres vivos
  • Química Inorgânica - estudava os compostos de origem mineral.
 
   Entretanto, o desenvolvimento da Química Orgânica era prejudicado pela crença de que, somente a partir dos organismo vivos - animais e vegetais - era possível extrair substâncias orgânicas. Tratava-se de uma teoria, conhecida pelo nome de "Teoria da Força Vital", formulada por Jöns Jacob Berzelius, que afirmava: "a força vital é inerente da célula viva e  o homem não poderá criá-la em laboratório."
 

   Em 1828, após várias tentativas, um dos discipulos de Berzelius, mais precisamente Friedrich Wöhler, conseguiu por acaso obter uma substância encontrada na urina e no sangue, conhecida pelo nome de ureia. Estando no laboratório, Wöhler aqueceu o composto mineral "cianato de amónio" e obteve a "ureia", composto orgânico, derrubando assim, a Teoria da Força Vital.

 

   Após o êxito desta experiência vários cientistas voltaram ao laboratório para obter outras substâncias orgânicas e verificaram que o elemento fundamental era o carbono.
 

Em 1858 Friedrich A. Kekulé definiu a Química Orgânica como sendo a parte da química dos compostos do carbono.

 
   Nos dias de hoje, são conhecidos milhões de compostos orgânicos e diariamente, devido às pesquisas para a obtenção de novas substâncias, o número de compostos orgânicos aumenta consideravelmente.
 
 
 
Queres saber mais sobre os compostos de carbono ? CLICA AQUI
 
   
Referências: