Os circuitos elétricos
O que são ? Como se constroem ? 
Pesquisa personalizada
 
  
A constituição de um circuito elétrico
 
  Um circuito elétrico é um conjunto de elementos ou componentes, ligados numa dada sequência, formando um percurso ou caminho por onde vai passar a corrente elétrica. Os circuitos elétricos são geralmente constituídos por:
  • Fonte de energia - Fornece a energia necessária para que a corrente elétrica circule no circuito. Algumas fontes de energia elétrica produzem-na a partir de uma outra forma de energia (as pilhas transformam energia química em energia elétrica). Exemplos: Pilhas, baterias, dínamos, alternadores.
  • Aparelhos recetores - Transformam a energia elétrica que recebem, numa outra forma de energia. Exemplos: Aquecedores, secadores de cabelo, batedeiras, ventoínhas, lâmpadas, etc.
  • Fios de ligação - Estabelecem a ligação entre os vários elementos do circuito elétrico. São constituídos por fios condutores (que podem ser de cobre, por exemplo) envolvidos por um isolador (normalmente plástico).
   Costumam também ser intercalados nos circuitos eléctricos, interruptores, isto é, dispositivos que abrem ou fecham o percurso por onde passa a corrente elétrica. Quando um interruptor está aberto(desligado), os aparelhos receptores associados estão desligados, e estarão ligados, quando o interruptor está fechado (ligado). 
 
   Também se utilizam por vezes, aparelhos de medida, que servem para medir as grandezas em estudo no circuito. São utilizados geralmente Amperímetros (que se associam em série com os elementos do circuito e Voltímetros (que devem ser intercalados em paralelo com os aparelhos onde se pretende efectuar a medição).
O
 
 
   
 
 
 
 
A estrutura de um átomo. A localização dos protões, neutrões e electrões. 
Fig. 1 - A constituição de um átomo 
     
Símbolos para a representação de circuitos eléctricos
 
R
 
  
 A utilização da electricidade requer a aplicação de várias regras de segurança, de modo a evitar possíveis acidentes. De seguida apresentam-se algumas dessas regras de segurança: 
 
  1 
 
 Adaptar a instalação eléctrica às necessidades de utilização. Se o disjuntor disparar constantemente, a potência instalada não será a mais adequada.
 
 
 2 
 
 Nunca improvisar ligações eléctricas com materiais de recurso (substituir sempre o que estiver estragado). 
 
3
 
 Nunca tentar reparar um aparelho eléctrico com este ligado à tomada de corrente.
 
4
 
 Desligar as fichas puxando-as directamente e não pelos respectivos fios. 
 
5
 
 Nunca ligar um circuito eléctrico montado no laboratório sem ter a certeza absoluta que as ligações estão correctas (de acordo com um esquema prévio). 
 
6
 
 Nunca usar aparelhos eléctricos sem verificar que estão em boas condições e que se adaptam à instalação eléctrica disponível. Cuidado com fios partidos ou descarnados.
 
7
 
 Usar, sempre que possível, tomadas com ligação à terra.
 
 
8
 
 Não tapar os candeeiros quando estão ligados, pois existe o risco de sobreaquecimento e de incêndio do que está por cima.
 
9 
 
 Não deixar fios eléctricos em zonas de passagem, nem por baixo de alcatifas, tapetes ou revestimentos com madeira. 
 
10 
 
 Nunca usar um secador de cabelo ou outro aparelho junto da água da banheira, lavatório ou lava-loiça.
 
 
11
 
 Não sobrecarregar as fichas múltiplas nem as extensões: É necessário verificar qual a potência máxima que suportam.
 
12 
 
 Não mexer em aparelhos eléctricos ou tomadas com as mãos ou com os pés molhados.
 
 
13 
 
 Desligar o quadro eléctrico quando houver uma fuga de gás (nunca mexer num interruptor ! A faísca gerada pode provocar uma explosão !) 
 
14 
 
 Deixar sempre um espaço entre a televisão ou outros aparelhos e a parede, para evitar sobreaquecimento.
 
 
15 
 
Não deixar aparelhos eléctricos em stand by quando se ausentar de casa por muito tempo.
 
  
Voltar a Sala de aula
Ir para Diferença de potencial
 
 
Referências:
Manuais escolares do 9º ano.
DECO - Guia "poupar energia"